Porto Velho: Roberto Sobrinho assina Ordem de Serviço para retomada da obra dos viadutos. Empresa já começa mobilizar operários

agosto 26, 2011

Fonte: Prefeitura de Porto Velho

   “Agora vai!” Esse foi o desabafo do prefeito Roberto Sobrinho ao anunciar, nesta sexta-feira, 26, a retomada da obra dos viadutos. A assinatura da Ordem de Serviço para que a empresa Egesa, vencedora da licitação, inicie imediato dos trabalhos, foi no canteiro da obras do viaduto da Jatuarana. O documento foi avalizado pela Procuradoria Geral do Município (PGM) e pela Controladoria Geral do Município (CGM).

   Da solenidade participaram o secretário Israel Xavier, da Secretaria Municipal de Projetos e Obras Especiais (Sempre), responsável pela obra, o procurador Geral do Municipio, Mário Jonas Guterres, o representante da Egesa, Orlando Pereira, é os vereadores Dj Moisés (PV), Cláudio da Padaria (PCdoB), Eduardo Rodrigues (PV), presidente da Câmara Municipal de Porto Velho, Delso Moreira (PRB), Cláudio Carvalho (PT), líder do governo na Câmara, Elizeu da Silva (PP), Jurandir Bengala (PV) e Ramiro Negreiros (PMDB).

   Ao fazer o anúncio, o prefeito pediu desculpas à população pelo transtorno causado pela paralisação da obra, mas que a interrupção do serviço não foi provocada pela prefeitura. “Infelizmente tivemos problemas com a empresa anterior que abandonou a obra nos deixando na mão. Fomos obrigados abrir outra licitação que foi concluída agora com a contratação da empresa que vai concluir os viadutos”, disse.

Jatuarana e Campo Sales

   O contrato assinado é para a conclusão dos viadutos, passagens de nível, trincheira (passagem subterrânea) e das vias marginais ao longo da BR-364, no trecho que vai da Faro à estrada do Areia Branca, numa extensão de 10,5 quilômetros de cada lado. “Adentro do planejamento da obra definimos que a prioridade este ano é a conclusão dos viadutos da Jatuarana e da Campos Sales. O restante da obra a previsão é concluir até o final do próximo ano”, adiantou o prefeito. No projeto há ainda os viadutos do Trevo do Roque, da rua Três e Meio, da Rio de Janeiro  e a trincheira (passagem subterrânea) que será construída na Prudente de Moraes.

   Mesmo com a obra paralisada, o prefeito lembrou que sua equipe não ficou esperando o desfecho do problema para avançar com a obra que foi interrompida no final de abril. Nesse período a prefeitura adiantou o processo de pagamento das indenizações dos cerca de cem imóveis que serão desapropriados.

   Os casos em que não foi possível fazer acordo, o deposito foi feito em juízo com o processo tramitando na Justiça. A Eletrobrás também retomou o serviço de remoção da rede de energia elétrica das laterais da BR 364, faltando apenas a retirada da rede de transmissão que abastece o Acre, que passa pelo Trevo do Roque.

Mobilização

   O representante da empresa Egesa Engenharia S/A, Orlando Pereira, disse que a empresa já está mobilizando os trabalhadores para “tocar” a obra. “Vamos iniciar imediatamente, pois acompanhamos todo o drama provocado pela paralisação, e nossa intenção é dá uma resposta rápida à prefeitura e a população de Porto Velho. Por isso pedimos que o prefeito fique tranqüilo porque vamos entregar a obra”, falou.

   Experiência no ramo, de acordo com o que afirmou, a empresa tem muita, com trabalhos realizados dentro e fora do país. A Egesa já executa várias obras em Porto Velho, como a intervenção que está sendo feita na BR 365, obra contratada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Outra obra significativa realizada pela empresa, foi a construção da ponte binacional do rio Oiapoque, no Amapá, que liga o Brasil à Guiana. Francesa.

Apoio incondicional

   Falando em nome dos vereadores de Porto Velho, o presidente da Câmara, Eduardo Rodrigues, lembrou que a instituição, assim como o prefeito Roberto Sobrinho, também carregou um fardo grande por ter apoiado incondicionalmente o município na questão dos viadutos. “Tinha muita gente torcendo contra, querendo que tudo desse errado. Mas a Câmara, desde o primeiro momento acreditou no prefeito e por isso sempre esteve ao lado dele”, disse.

 O prefeito Roberto Sobrinho reconheceu a importância da participação da Câmara no processo e agradeceu aos vereadores o apoio recebido, chegando a brincar dizendo que eles foram fiéis na “tristeza e na alegria”.

   A deputada estadual Epifânia Barbosa, presidente regional do PT, lembrou que logo após confirmada a paralisação da obra, o prefeito prometeu a ela que até o final de agosto tudo estaria resolvido. “Hoje estamos aqui para essa solenidade de retomada da obra, está que é a mais importante obra viária de Rondônia. “Isto prova que o prefeito é uma pessoa de palavra, uma pessoa de honra. Porto Velho já teve muitos prefeitos, e nenhum se preocupou em projetar a cidade para o futuro. Roberto Sobrinho foi o único que teve essa visão. Estão aí várias obras sendo executadas na capital, como os viadutos”, frisou.

Por Joel EliasFotos: Frank Néry/Medeiros

< Anterior Próximo &gt



Outras Notícias em Porto Velho



  • Via Sacra no Morro do Cruz reúne milhares de fiéis

    18/04/2014 18:41:35Pelo 55º ano seguido, a comunidade do bairro Partenon e entorno promoveu um dos mais belos espetáculos culturais da cidade: a Via Sacra do Morro da Cruz. A encenação, que teve início em frente ao Santuário José do Murialdo

  • Mia Couto homenageia Gabriel García Márquez

    O biólogo e escritor moçambicano Mia Couto, vencedor do Prêmio Camões em 2013, fez hoje (18) uma breve homenagem ao escritor colombiano Gabriel García Márquez durante debate na 2ª Bienal Brasil do Livro eda Leitura. Couto disse que

  • Preso líder do movimento grevista da PM baiana

    O presidente da Associação de Policiais e Bombeiros e seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra), Marco Prisco, foi preso nesta tarde pela Polícia Federal. Marco Prisco liderou a greve da Polícia Militar (PM) da Bahia que terminou ontem (17)

  • Prefeitura diz que continua a negociar com ex-ocupantes do prédio da Oi

    A prefeitura do Rio informou hoje (18) que ofereceu abrigo e cadastro aos ex-ocupantes do prédio da Oi, que acamparam na Catedral Metropolitana depois de serem retirados da frente da prefeitura, mas eles se negaram a receber a ajuda. De

  • 1ª FEIRA DO PEIXE DA SEMANA SANTA VENDE 78 TONELADAS DE PESCADO

    18ABRNotícias 1ª FEIRA DO PEIXE DA SEMANA SANTA VENDE 78 TONELADAS DE PESCADO A 1ª Edição da Feira do Peixe promovida pela Secretaria Municipal da Pesca (SMP) e Prefeitura Municipal do Rio

Últimos termos buscados:

  • egesa porto velho

Comentários estão encerrados.

Next post: