Feira de Santana: Revisão de cardápio no Restaurante Popular

maio 17, 2012

Fonte: Prefeitura de Feira de Santana

17/5/2012, 17:22h
Revisão de cardápio no Restaurante Popular

Setdec solicita providências da empresa Lemos Passos

A Prefeitura de Feira de Santana, através da Secretaria Municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico (Setdec), já solicitou à empresa Lemos Passos a revisão do cardápio servido no Restaurante Popular.

A falta de variedade nos pratos servidos no Restaurante tem sido motivo de queixas dos usuários. Em razão disso, o secretário Aristóteles Rios (Setdec) visitou o estabelecimento no início da tarde desta quinta-feira (17).

Segundo Rios, que constatou que as denúncias têm procedência, a Lemos Passos já foi notificada, para que regularize a situação de imediato. “Caso não seja atendida a nossa solicitação, o contrato com a empresa pode ser suspenso”, afirma.

Ele lembra que, conforme determina o contrato, as refeições devem ser nutricionalmente balanceadas, com a quantidade de calorias necessárias para um adulto se manter. Atualmente, o Restaurante Popular serve diariamente 1.200 refeições. Cada refeição custa R$ 1,00.



Leia também em Feira de Santana



  • CNE discute nova avaliação para educação a distância

    "Se a instituição amplia a base tecnológica, amplia o acesso a leitura, o contato com a sociedade, ela tem um projeto bem avaliado", diz o conselheiro do CNE Luiz Roberto CuriArquivo/Agência BrasilA educação a distância (EaD) poderá ter um

  • Manifestantes pró-moradia acampam em frente à prefeitura de SP

    Saiba MaisMTST protesta no centro de SP contra ação de reintegração de possePM acompanha reintegração de posse no centro de São PauloCerca de 50 integrantes do movimento Luta por Moradia Digna (LMD) estão acampados em frente à prefeitura da capital

  • Casa da Cultura recebe exposição de Max Gemperlé

    A Prefeitura de Sete Lagoas, por meio da secretaria municipal de Cultura e Comunicação Social, convida a todos para prestigiarem a exposição “Para: Max Gemperlé”, que reúne obras de acervos: público e particular.Max Gemperlé nasceu em 5 de abril de

Comentários estão encerrados.

Next post: