?>?> Belo Horizonte: Mercado Popular da Lagoinha oferece mais de mil vagas para oficinas de gastronomia | Sua Cidade

Belo Horizonte: Mercado Popular da Lagoinha oferece mais de mil vagas para oficinas de gastronomia

abril 9, 2012

Fonte: Prefeitura de Belo Horizonte

Na programação de 2012, a Prefeitura de Belo Horizonte, por meio do Mercado Popular da Lagoinha (MPL), oferece 1.150 vagas distribuídas em 40 opções de cursos previstos para iniciar em abril, com inscrições abertas 20 dias antes do início das aulas. As oficinas são uma oportunidade para aqueles que desejam se qualificar para o mercado de trabalho na área da alimentação. Os interessados podem se cadastrar no Sine Centro/Niat (rua Espírito Santo, 505) e no Sine Venda Nova (avenida Padre Pedro Pinto, 1055). As aulas gastronômicas são gratuitas e os participantes recebem vale-transporte para o deslocamento.

Para o secretário municipal adjunto de Segurança Alimentar e Nutricional, Flávio Duffles, as oficinas de qualificação da PBH possuem enorme importância para a população da capital. “Basta observar que o percentual do índice de desemprego tem caído. O mais importante destes cursos é que a Prefeitura, por meio deste equipamento, vem priorizando o direito de cidadania a todos os cidadãos e garantindo uma qualificação que lhes permita buscar uma melhor colocação no mercado de trabalho e, tudo isto, gratuitamente”, destacou.

O projeto é uma parceria com a Cozinha Pedagógica Josefina Costa e a Padaria Escola Nicola Calicchio. Cada turma terá no máximo 25 pessoas. São oferecidos os cursos de panificação, pizzaiolo, cozinha brasileira, auxiliar de cozinha, salgados tradicionais e pastéis, churrasqueiro, biscoitos caseiros, confeiteiro, panificação industrial, organização de festas e eventos, bolos decorados, frango desossado/ lingüiça e massas caseiras, garçom, cozinha internacional, salgados finos, doces de festas/ bombons e trufas, comida de boteco e confeitaria caseira. O pré-requisito para participar dos cursos é ser alfabetizado.

A aluna do curso de Pizza e Salgados, Leonice Ferraz, já está em sua segunda oficina. Para ela, as aulas têm sido boas e proveitosas. “Estou achando as aulas perfeitas. Já até penso em fazer outros cursos”, afirmou. Além disso, Leonice disse que a opção por fazer esses cursos de culinária no Mercado da Lagoinha é uma forma de ampliar seus conhecimentos e de aumentar sua renda.

As atividades serão realizadas no Mercado da Lagoinha (avenida Antônio Carlos, 821, São Cristovão) e fazem parte do Programa Municipal de Qualificação Emprego e Renda (PMQER), que é uma parceria entre as secretarias municipais de Políticas Sociais (SMPS) e Educação (Smed), e as adjuntas de Segurança Alimentar e Nutricional (Smasan) e de Trabalho e Emprego (Smate).

Público-alvo

Os cursos são destinados a pessoas acima de 16 anos, que possuem cadastro no Sine Centro/Niat e Sine Venda Nova. Em relação aos que possuem registro no Sine Centro/Niat, somente poderão se inscrever aqueles que são atendidos por programas sociais como programa Pão Escola, Bolsa Família, Bolsa Escola, Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e residentes em áreas atendidas pelo BH Cidadania, entre outros. Já para os cadastrados no Sine Venda Nova, a prioridade é para as pessoas que comprovem o estado de vulnerabilidade social. Os interessados em fazer o curso com o objetivo de se profissionalizar e gerar renda podem também se cadastrar nestes cursos, mas, neste caso, a inscrição pode ser feita somente no Sine Venda Nova.

O instrutor dos cursos de Pizza, Salgados, Pizzaiolo e Confeitaria Caseira, Paulo Baragli, disse que o principal motivo para a busca dos cursos no MPL é uma melhor qualificação. “Os nossos cursos fazem com que os alunos saem bem preparados, profissionais. Aqui é um suporte para alavancar a carreira deles”, afirmou.



Outros posts em Belo Horizonte



Últimos termos buscados:

  • Em Dia com o Prefeito Mercado da Lagoinha forma mais 300 alunos

Comentários estão encerrados.

Belo Horizonte: Mercado Popular da Lagoinha oferece mais de mil vagas para oficinas de gastronomia

março 2, 2012

Na programação de 2012, a Prefeitura de Belo Horizonte, por meio do Mercado Popular da Lagoinha (MPL), oferece 1.150 vagas distribuídas em 40 opções de cursos previstos para iniciar em abril, com inscrições abertas 20 dias antes do início das aulas. As oficinas são uma oportunidade para aqueles que desejam se qualificar para o mercado de trabalho na área da alimentação. Os interessados podem se cadastrar no Sine Centro/Niat (rua Espírito Santo, 505) e no Sine Venda Nova (avenida Padre Pedro Pinto, 1055). As aulas gastronômicas são gratuitas e os participantes recebem vale-transporte para o deslocamento.

Para o secretário municipal adjunto de Segurança Alimentar e Nutricional, Flávio Duffles, as oficinas de qualificação da PBH possuem enorme importância para a população da capital. “Basta observar que o percentual do índice de desemprego tem caído. O mais importante destes cursos é que a Prefeitura, por meio deste equipamento, vem priorizando o direito de cidadania a todos os cidadãos e garantindo uma qualificação que lhes permita buscar uma melhor colocação no mercado de trabalho e, tudo isto, gratuitamente”, destacou.

O projeto é uma parceria com a Cozinha Pedagógica Josefina Costa e a Padaria Escola Nicola Calicchio. Cada turma terá no máximo 25 pessoas. São oferecidos os cursos de panificação, pizzaiolo, cozinha brasileira, auxiliar de cozinha, salgados tradicionais e pastéis, churrasqueiro, biscoitos caseiros, confeiteiro, panificação industrial, organização de festas e eventos, bolos decorados, frango desossado/ lingüiça e massas caseiras, garçom, cozinha internacional, salgados finos, doces de festas/ bombons e trufas, comida de boteco e confeitaria caseira. O pré-requisito para participar dos cursos é ser alfabetizado.

A aluna do curso de Pizza e Salgados, Leonice Ferraz, já está em sua segunda oficina. Para ela, as aulas têm sido boas e proveitosas. “Estou achando as aulas perfeitas. Já até penso em fazer outros cursos”, afirmou. Além disso, Leonice disse que a opção por fazer esses cursos de culinária no Mercado da Lagoinha é uma forma de ampliar seus conhecimentos e de aumentar sua renda.

As atividades serão realizadas no Mercado da Lagoinha (avenida Antônio Carlos, 821, São Cristovão) e fazem parte do Programa Municipal de Qualificação Emprego e Renda (PMQER), que é uma parceria entre as secretarias municipais de Políticas Sociais (SMPS) e Educação (Smed), e as adjuntas de Segurança Alimentar e Nutricional (Smasan) e de Trabalho e Emprego (Smate).

Melhorias

O Mercado Popular da Lagoinha passou por uma reforma interna, realizada nas salas cozinhas e na padaria escola, agregada à compra de novos equipamentos, como uma forma de acompanhar as inovações e exigências do mercado de trabalho. As melhorias foram feitas devido à preocupação com as questões de Saúde, Segurança Alimentar e Nutricional e a manipulação correta dos alimentos, fazendo com que o local tenha as condições mais próximas possíveis do ambiente de trabalho.

Público-alvo

Os cursos são destinados a pessoas acima de 16 anos, que possuem cadastro no Sine Centro/Niat e Sine Venda Nova. Em relação aos que possuem registro no Sine Centro/Niat, somente poderão se inscrever aqueles que são atendidos por programas sociais como programa Pão Escola, Bolsa Família, Bolsa Escola, Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e residentes em áreas atendidas pelo BH Cidadania, entre outros. Já para os cadastrados no Sine Venda Nova, a prioridade é para as pessoas que comprovem o estado de vulnerabilidade social. Os interessados em fazer o curso com o objetivo de se profissionalizar e gerar renda podem também se cadastrar nestes cursos, mas, neste caso, a inscrição pode ser feita somente no Sine Venda Nova.

O instrutor dos cursos de Pizza, Salgados, Pizzaiolo e Confeitaria Caseira, Paulo Baragli, disse que o principal motivo para a busca dos cursos no MPL é uma melhor qualificação. “Os nossos cursos fazem com que os alunos saem bem preparados, profissionais. Aqui é um suporte para alavancar a carreira deles”, afirmou.

Programa Pão Escola

O Mercado Popular da Lagoinha, em uma parceria com as secretarias de Segurança Alimentar e Nutricional e de Educação, também oferece dois cursos na área de gastronomia, voltados para alunos da Rede Municipal de Ensino, incluindo os integrantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA). O Programa Municipal Pão Escola, que comemora dez anos em 2012, oferece cursos de qualificação industrial nas áreas de Auxiliar de Padaria e Auxiliar de Confeitaria, mas mediante ao bom desempenho nestes cursos, automaticamente o aluno estará também participando de mais um curso de Salgados e Pizzas. Os alunos interessados pelos cursos do programa Pão Escola podem se inscrever na própria escola até a data de início do curso.

Para o secretário Flávio Duffles, a demanda nesta área do mercado de trabalho na capital facilita o rápido ingresso dos alunos recém-formados. “O mercado, neste setor de gastronomia, sempre existiu e há uma grande demanda de pessoas qualificadas para atuar nesse segmento. Nestes dez anos de existência do programa, foram qualificados mais de 26 mil alunos. Muitos destes já estão trabalhando em padarias, restaurantes, indústrias alimentícias, como também existem ex-alunos que montaram seu próprio negócio”, disse.



Outras em Belo Horizonte



  • PBH inaugura Unidade de Educação Infantil no Bairro Santo Antônio

    A Prefeitura de Belo Horizonte inaugurou, neste sábado, dia 22, a Unidade de Educação Infantil (Umei) Vila Estrela, (Rua Primavera, 60, no Santo Antônio). Vinculada pedagógica e administrativamente à Escola Municipal Presidente João Pessoa (Rua Congonhas 639), também no bairro

  • Em BH, mulheres trabalham como coletoras de lixo em caminhão da SLU

    foto Pedro Antônio de Oliveira Elas se tornaram celebridades, chamam a atenção e fazem o maior sucesso pelas ruas e avenidas da região Centro-Sul. Karen Cristina dos Santos Ribeiro, de 18 anos, Viviane Patrícia da Cruz de Souza

  • Confira as vagas de empregos e cursos oferecidas pelo Sine

    A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal Adjunta de Trabalho e Emprego, divulga nesta semana novas oportunidades de emprego, oferecidas por meio dos postos municipais do Sistema Nacional de Emprego (Sine). Estão disponíveis vagas para pessoas com

Comentários estão encerrados.

Next post: